quarta-feira, 2 de março de 2011

Eu li: Laranja Mecânica - Anthony Burgess + Capas do livro

Por: Bruna K.
Eu sou suspeitíssima pra falar desse livro. E é meio impossível falar apenas do livro, e não do filme, mas vou tentar. Louie diz que eu sou viciada em Laranja Mecânica, que eu tomo suco de laranja mecânica, que eu olho no espelho e vejo uma versão feminina de Alexander DeLarge! #mentira. Adoro! E vocês logo vão saber por quê.

LARANJA MECÂNICA (A Clockwork Orange)
Autor: Anthony Burgess
Editora: Aleph
Ano: 1962
Esse livro merece: ★★★★★!
♫  Para ler ouvindo: a nona do glorioso Ludwig van
 e claro, Singing in the Rain :B.


O LIVRO: Laranja Mecânica foi escrito em 1962 e se passa num futuro não muito distante. Alex é um garoto de 15 anos que se diverte à noite espancando e estuprando pessoas com seus drugues. Uma vez traído por seus amigos, Alex é preso e, para encurtar sua pena, se apresenta como voluntário de um novo tratamento que prometia torná-lo uma pessoa boa e voltar ao convívio social.
Mas o garoto descobre que o Tratamento Ludovico não é tão fácil assim, sendo obrigado a assistir a filmes violentos tendo braços e pernas presos a cadeira e os olhos constantemente abertos, para que não perdesse nenhum detalhe. Após o fim do tratamento, Alex associa a vontade de fazer o mal com as cenas assistidas e sente dores físicas e enjôos, tendo que fazer o bem para se sentir melhor.
Muitas questões morais e religiosas envolvem o Tratamento.Será que Deus quer o bem mesmo que imposto ou a escolha do bem?



SOBRE O LIVRO: Sobre minhas primeiras impressões sobre o livro, vocês podem ler aqui no meu outro blog. :D

- A Capa:
Eu ADORO a capa brasileira de Laranja Mecânica. Já disse isso pra vocês no vídeo In My Mailbox #2, mas não custa repetir. O Thiago Ventura e o André Felipe de Paula que fizeram a dita cuja estão mesmo de parabéns! O mais interessante é que a capa tem todo um significado. Quem ainda não reparou, pega lá a foto da capa. Uma referência a Técnica Ludovico! (Qualquer coisa explico por comentário :D)



Anthony Burgess
- Tradução: Essa é a segunda vez que leio esse livro, mas foi uma experiência bem diferente da primeira. Tudo por causa da tradução. Da primeira vez, li a de Nelson Dantas, mas nessa edição mais nova da Editora Aleph, eles mudaram. A tradução foi feita pelo Fábio Fernandes. Eu gosto mais da primeira, talvez porque eu estivesse mais acostumada com os eslovos e o Fábio colocou palavras muito diferentes da primeira.
Maaas... tudo tem seu lado positivo e o Prefácio da nova tradução é fantástico! Me deliciei com ele por ter um monte de curiosidades sobre o livro E o filme. Umas 14 páginas. Achei isso fantástico! :B  Há também uma parte para falar sobre o processo de tradução e no final, uma introdução ao glossário nadsat. Simplesmente impecável!

-
 Minha opinião: eu sou apaixonadíssima por ficção científica e li a tríade distópica (1984, Admirável Mundo Novo e Laranja Mecânica) inteirinha, mas o Laranja Mecânica é meu favorito. Uma que eu adoro o dialeto criado pelo autor e outra que o Alex é um personagem incrível. Meu vilão favorito! Como dito no Times  ele é mau, depravado, anárquico, um monstrinho puro! Mas fala com você como se fosse um bom e velho drugue dele.
Você chega a ter pena dele muitas vezes, e até torcer pelo pequeno Alex, pra que ele se recupere. Recomendo muito essa experiência! Principalmente pra quem gosta de ficção cientifica.

CAPAS POR AÍ:
  

4 comentários:

  1. Há uns dois dias, as meninas que visitam meu blog me indicaram esse livro/filme, e por incrível que pareça, só vim tomar conhecimento da sinopse depois que elas sugeriram...
    Fico impressionada com a quantidade de pessoas que já leram esse livro.

    Bjo ;)

    http://literaturaecine.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. eu só vi o filme de Laranja Mecânica, e é bastante confuso. acho que o livro resolve boa parte dessa confusão. pelo que eu percebi, assim como em várias outras histórias, tem todo um trabalho de linguagem própria - nas gírias e tal - mas a história, essencialmente, não é assim tão complicada. é tensa, chocante, mas simples :)

    ResponderExcluir
  3. Haaaaa,sou suspeita também né! Meu vilão preferido ♥♥♥♥ Alex é intrigante, envovente, sedutor, complexo... É um misto de tanta coisa!

    Adoro o livro, e o filme. Sou apaixonada por essa obra. Mas só li a primeira tradução, num li essa nova que você falou não.

    Enfim, otimo post! Laranja Mecânica, realmente, merece um post como esse.

    Bju, Bruninha!
    ;**

    Deputamadre

    ResponderExcluir
  4. Qualquer coisa que eu leio sobre Laranja Mecânica me interessa. Como disse antes, até hoje não consegui ler o livro / ver o filme, mas cada vez mais tenho vontade de fazer isso. Tenho que parar de visitar blogs e ler resenhas maravilhosas, porque isso só faz com que a minha Wishlist aumente, rs. E não há bolso que aguente!

    Parabéns pelo post, moça. Muito bem organizado e escrito.

    =*
    http://livrosletrasemetas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário alimenta nosso blog, então aproveitem esse espaço e digam o que estão achando. :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...