quinta-feira, 15 de setembro de 2011

{Eu li} Lolita - Vladimir Nabokov


Lolita
Vladimir Nabokov

Biblioteca da Folha
319 páginas
Ano 1955  | Minha edição 2003
Veja diversas capas do livro 

11115


"Espero que meus leitores sejam pessoas de espírito aberto."
página 288
Antes mesmo de ser lançado em 1955, Lolita já causava polêmica entre as pessoas que liam seu manuscrito. Entre essas pessoas, os editores. Um chegou mesmo a dizer que se Lolita fosse publicado, ele e Nabokov seriam presos. 


A nova edição brasileira
da Alfaguara
Muitos leitores abandonavam o livro ao notar que não se tratava de um livro pornográfico, outras o largavam nas páginas onde Humbert escrevia sobre seus desejos por pensarem justamente que se tratava de um livro desse tipo. Não, Lolita não é um livro pornô e ao contrário do aparentemente semelhante O Leitor, de Bernhard Schlink, o erotismo, ainda que presente, é implícito. 




Lolita é sim um livro um tanto complexo, mas intenso e muito interessante. Em 319 páginas são contado a infância e cinco anos da história de Humbert Humbert . Como com quase 40 anos, ele conhece Dolores Haze de 12, se casa com sua mãe e como era a convivência com a menina. No decorrer da história o leitor acompaha o amadurecimento de Dolores, para quem a paixão recíproca por Humbert no início era apenas uma brincadeira; a vida juntos, descobre a farsa, a perda e a vingança de Humbert.

Humbert é um personagem riquíssimo (não tanto no sentido financeiro, rs), pedófilo tentando esconder seus desejos (como tantos de nós) para ser aceito na sociedade. Para isso chega a se casar. Tudo leva a crer que sua 'insanidade' começou na infância, com a pequena Annabel.
Na fase adulta, Humbert busca Annabel em garotas, meninas especiais a que denomina ninfetas. O mais interessante é que Humbert não corrompe sua Dolly. Ao contrário, ele pensava que uma relação desse tipo jamais aconteceria e se vê surpreso quando Lô começa um não muito inocente jogo de sedução. Também é fantástico ver o amadurecimento da garota quando ela percebe que a relação com Humbert não é brincadeira.

Lolita é de uma tal verossimilhança que ao ler o prefácio assinado por John Ray Jr. pensei que tivesse sido escrito por outra pessoa e não pelo próprio autor. Os fatos e as sensações são tão detalhados, a trama é tão bem amarrada que é impossível não esquecer que se trata de uma ficção.

Nabokov criou uma história que trata de questões delicadas como a pedofilia e os crimes passionais,  recebida com escândalo, mas extremamente envolvente por tudo que já citei entre outras surpresas que só quem ler vai descobrir.


O autor                                                       


Vladimir Nabokov escreveu seus primeiros nove romances em russo e então chegou à fama internacional como um mestre estilista de prosa em inglês. Em 1926, foi publicado seu primeiro romance, Maria, acolhido com interesse e consideração. Fugindo dos exércitos nazistas e após uma estada em Paris, chegou em 1940 aos Estados Unidos, onde se dedicou ao ensino de língua e literatura russa em várias universidades.  Embora continuasse a escrever na sua língua materna, começou também a escrever em inglês, publicando o seu primeiro romance nesta língua em 1941.

4 comentários:

  1. Faz tempo que esse livro tá "pendurado" na minha listinha de "vou ler". Eu sou fascinada pela história, sem ao menor ter lido o livro, pode? (rsrsrsrsrsrs)
    Eu criei tanta espectativa nesse livro que espero que não me decepcione quando, finalmente, lê-lo. Preciso de um pouco mais de tempo para colocar minhas leituras em dia.

    Belo post Bru, bom mesmo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bom parece ser esse livro e vc escreve muito bem!
    No seu outro post sobre as capas das várias edições de Lolita.. estava faltando este! Na minha opinião essa edição tem a capa mais bonita rs
    Adorei o post!
    beijones

    www.mixordiaresgatavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Meninas, muito obrigada pelos elogios! ^-^ Fico muito feliz mesmo! Tento 'sugar' o máximo possível dos livros, rs.

    Kerlynha, eu era fascinada pelo título do Laranja Mecânica e virou um dos meus maiores vícios, huahua. Lolita é muito bom, vc vai gostar.

    Essa capa é linda mesmo, né, Larii? É uma edição nova e eu tirei todas as fotos de um mesmo site, por isso não teve ela.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. nossa amei!!!
    vou procurar para poder ler.
    na verdade vc escreve taum bem que da vontade de ler todos os livros, afinal de contas ja sou apaixonada por leitura.
    ps: obrigada pela visitinha
    bjkssssssss

    ResponderExcluir

Seu comentário alimenta nosso blog, então aproveitem esse espaço e digam o que estão achando. :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...