quarta-feira, 19 de setembro de 2012

{Eu li} Entre dois mundos - Lígia Miraglia

  Hey pessoal, tudo bem por aí? Por lá? E acolá?
  Fico anos e anos preparando as postagens e consequentemente, fico sumida por aqui. Mas como toda boa blogueira, às vezes, para variar, tenho que dar uma subida e aparecer um pouco neste mar de sumiço.
  E como eu estava dizendo, enquanto estive sumida, li o livro "Entre dois mundos" da paulista Lígia Miraglia, lembram que falei dele? Pois bem, finalmente tomei vergonha na cara e acabei a leitura.

"A loucura, às vezes, nos deixa ver o que ninguém mais pode ver."

Créditos da foto a Silvia B. Barreto Silva
   Alícia, uma jovem de seus vinte e poucos anos, acaba de sair de um coma causado por um acidente de carro e uma de suas maiores surpresas ao acordar, é descobrir que seu irmão Léo, que estava presente durante todo o tempo em que Alícia estave desacordada, está morto.
  Depois dessa baita descoberta, Alícia e sua família tentam recomeçar a vida a todo o custo. Mas o problema é que não é somente Léo que acompanha Alícia principalmente em seus sonhos, depois que acordou, ela não para de ver homens de preto por todos os lados. E claro, começa a observá-los e a pesquisar sobre eles. Como se fosse pouco, um deles começa a visitá-la com bastante frequência...
Em meio a tudo isso, Alícia finalmente descobre que está/é apaixonada por seu amigo de infância, Raul, e que o sentimento é e sempre foi recíproco. A partir daí, Raul, além de Léo, se torna seu principal cúmplice e protetor.



  Foi praticamente impossível não associar algumas partes de Entre dois mundos ao livro Para Sempre da Alyson Noël, tanto pelo irmão de Alícia ficar protegendo-a, assim como Riley fez com Ever, quanto pela cumplicidade que que há entre Alícia e Raul, o que me lembrou a Ever e Damen.
  Logo de cara estranhei o fato de o livro não ser dividido em capítulos  o que às vezes deixa a leitura um pouco cansativa, mas que pode ser bom por "exigir" que você se lembre do ponto da história no qual parou e o fato de o livro focar a vida normal  ou quase normal que Alícia procura levar mesmo enfrentando situaçãos bastante complicadas, o que me surpreendeu e agradou. Já que, eu estava acostumadas com aquelees romances fantásticos estrangeiros que focam quase cem po cento na parte sobrenatural da história.
  A única coisa que me deixou um pouquinho balançada, foi que achei meio pessado alguns xingamentos, não que tenham palavrões! Não, não é isso. É que sei lá, acho palavras do tipo "desgraçada" um pouco pessadas...Enfim, coisa minha. E ah, alguns erros de português passaram, mas não considerei nada muuuuito grave assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário alimenta nosso blog, então aproveitem esse espaço e digam o que estão achando. :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...