quinta-feira, 22 de novembro de 2012

{Filmes} Como treinar o seu dragão

  Então, aqui volto eu a falar de uma das minhas paixões. Dragões. Ah, os dragões! Acredito que sou tão apaixonada por eles por causa da minha queda de infância que eram os dinossauros, e aí, como tudo ou quase tudo é passageiro, cá estou eu hoje em dia, caindo de amores por esses danadinhos que têm asas e cospem fogo.

  Lembram que eu falei sobre o livro, certo? Que não foi o que eu esperava porque achei um pouco infantil demais e todo aquele mimimi de quem esperava outra coisa  quem quiser relembrar clique aqui. Pois então,eu vi o filme. E para me surpreender mais uma vez, foram as expectativas que com o livro que se enquadraram perfeitamente no filme. E, consequentemente, achei o filme melhor do que o livro (pela terceira vez na minha vida, logo depois Marley & Eu e The Vampires Diaries).

Esse aqui é Banguela, dragão de Soluço.
  Então, o filme é muuuito diferente. Quase me dou o direito de dizer que as únicas coisas que eles tiveram o livro como base foi que se passa em uma aldeia de vikings e têm dragões no meio. Em ambos os dragões são tratados como seres inferiores, só que no livro eles são arrogantes animais de caça que devem obedecer
e ser submissos  aos seus donos (aham, valeu ô Christian Grey ¬¬), já no filme, os dragões são tratados como bichos inferiores, perigosos, que devem ser mortos pelos viking a qualquer custo. Soluço que continua sendo filho de Stoico,o chefe da tribo têm as mesmas características físicas e emocionais que lhe foram atribuídas no livro, tanto as boas quanto as ruins, e da mesma forma que fez a tribo mudar de opinião com relação aos dragões no livro, o fez no filme.


   Como treinar o seu dragão é um filme sobre como realmente olhar e conhecer o que está a seu redor. Sobre como olhar além de qualquer lenda ou tradição da sociedade na qual nós crescemos. Mas é principalmente sobre a amizade sem discriminações e pré-conceitos (isso mesmo, conceitos pré definidos).

  Sinceramente não me acostumei até hoje e pela altura do campeonato, nem sei se vou me acostumar a observar  e descobrir tantas lições de moral em filmes infantis. É tão fantástico quando as descubro e interpreto que muitas vezes prefiro ver filmes infantis do os direcionados ao público adulto.

5 comentários:

  1. Oi,

    já vi esse filme e amei!! A história é linda e os personagens são ótimos!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola :D

    Eu vi esse filme e simplesmente me apaixonei , tudo que envolva animação infantil eu gosto kkkk e sua resenha muito boa :D

    euvivolendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eeita Sabrina, filosofando bastante hein? haha
    Ficou ótimo, continue assim ;)

    Ah, e Vces ganharam um selinho também vem buscar! haha
    http://tenerdificando.blogspot.com.br/2012/11/selinho-musica-para-meus-ouvidos.html

    ResponderExcluir
  4. oiii!
    queria te convidar a entrar na minha fan page dos gatos guerreiros!!
    lah da pra criar um gato especialmente pra vc.
    pfv da uma passadinha pra ve oq acha, e se gostar vc pode entrar no clã (ganhando seu nome de guerreiro)!
    aqui:
    http://www.facebook.com/gatosguerreiros

    ResponderExcluir

Seu comentário alimenta nosso blog, então aproveitem esse espaço e digam o que estão achando. :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...