quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

{Eu li} As Crônicas De Nárnia - Parte 1, de CS Lewis !

Heeeeeeey Narnianos \õ 
Finalmente um dos meus sonhos de consumo brilhou em minha estante, e com quase me ofuscando com seu brilho dourado eu li e li e gostei tanto e tenho muito o que falar. Mas para isto eu tive que dividir em 2 Partes. Sim, duas partes porque são 7 histórias, e com o passar os capítulos vão ficando mais longos e assim tem muito mais o que acontecer e assim, o que eu falar para voces.. Então vamos à Parte Um destas aventuras épicamente épicas.. As Crônicas De Nárnia chegaram !



Nesta primeira parte iremos falar de quatro histórias. A primeira é O Sobrinho Do Mago. A segunda é O Leão, A Feiticeira e O Guarda Roupa. A terceira é O Cavalo E Seu Menino e a última desta parte é Príncipe Caspian. Aposto que quem ainda não leu os livros não sabia que tinha um livro antes de O Leão, A Feiticeira e o Guarda Roupa que foi o primeiro filme não é verdade? Então vamos conhecer estas histórias .. 

Primeiramente.. O Sobrinho do Mago!



Sinopse do SkoobA aventura começa quando Digory e Polly vão parar no gabinete secreto do excêntrico tio André. Ludibriada por ele, Polly toca o anel mágico e desaparece. Digory, aterrorizado, decide partir imediatamente em busca da amiga no Outro Mundo. Lá ele encontra Polly e, juntos, ouvem Aslam cantar sua canção ao criar o mundo encantado de Nárnia, repleto de sol, árvores, flores, relva e animais.

Aqui, tudo se inicia. Apesar de ser possivelmente o 4º filme da série nos cinemas, foi o primeiro em ordem cronológica. E é o que mais tem significativas. O menino Digory e sua vizinha companheira Polly não tinha o que fazer mesmo. Digory com sua mãe adoentada tem que morar sobre o mesmo teto que sua tia e seu Tio André. Mas o que eles arrajam para fazer é simplesmente se aventurarem pelas casas e suas vigas. E é em um passeio deste que eles acham um porão todo decorado com sala de estar em que se encontra Tio André. Com uma aparência estranha e cheio de más intenções ele faz Polly colocar um anel dourado. Mas do mesmo jeito que piscamos ela desaparece como quem coloca o Anel de Senhor Dos Anéis. E Digory fica assustado mas Tio André se revela um feiticeiro traiçoeiro e faz com que Digory não tenha escolha e coloca o anel dourado para achar Polly e leva os anéis verdes que os trarão de volta. 

Logo eles se veem em bosque encantado. Neste bosque verde vivo e cheio de riachos. Depois de passado o choque do transporte e se lembrarem porque estão ali eles resolvem se aventurar pelos riachos que se revelam portais. Logo eles acham um mundo quebrado e devastado. E quando chegam em uma sala repleta de estatuas de cera com um sino em cima de uma mesa com dizeres bem provocativos para curiosos. Mas como curiosos natos que são as crianças, Digory toca o sino e a Rainha acorda. Uma Rainha linda e muito alta que tem ar todo sedutor. E esta  mesma Rainha se revela a causadora de todo aquele estrago para o seu planeta e quer ir para o mundo das crianças para dominar o mesmo. 

Com muita confusão aonde envolve Tio André, o cavalo Morango e seu cocheiro as crianças levam todos estes para o vazio, um nada, só escuridão. E logo uma canção linda começa a tocar.. Estrelas nascem, vegetação e aguás são criadas e logo Aslan aparece para todos o verem criando Nárnia. E é ai que tudo acontece. Aqui, o porque de um lampião em Nárnia, o Guarda Roupa da próxima aventura ser mágico e muito mais é explicado. E é a história com mais referências que se tem. 

Mas logo após muitos anos em Nárnia e alguns por aqui, começa a segunda história. O Leão, A Feiticeira e o Guarda Roupa !


Sinopse Do Skoob:  "Dizem que Aslam está a caminho. Talvez já tenha chegado", sussurrou o Castor. Edmundo experimentou uma misteriosa sensação de horror. Pedro sentiu-se valente e vigoroso. Para Suzana, foi como se uma música deliciosa tivesse enchido o ar. E Lúcia teve aquele mesmo sentimento que nos desperta a chegada do verão. Assim, no coração da terra encantada de Nárnia, as crianças lançaram-se na mais excitante e mágica aventura que alguém já escreveu.

Aqui nesta história o quarteto principal nos é apresentado. Pedro, Suzana, Lúcia e Edmundo. Lúcia durante uma daquelas crises de curiosidade descobre uma sala aonde só se tem um Guarda Roupa. Mas não é um Guarda Roupa qualquer. Não é daquele que voce tem em casa e esta todo bagunçado. Ela logo descobre que ele não tem fundo mas sim um mundo inteiro logo mais atrás. E é Nárnia! Mas está em completo inverno. Logo Lúcia conhece o Fauno Tumnus que a princípio queria sequestrar Lúcia para a Feiticeira Branca, mas depois de conhece-la desiste da ideia. 

Quando Lúcia volta e conta sobre Nárnia, o cafésinho com Tumnus e do Guarda Roupa encantado ninguém acredita e Edmundo começa a cair pesado nela fazendo aquele Bullyng maroto. Mas o próximo a seguir Lúcia e parar em Nárnia em puro detalhe desastroso foi o próprio. Mas ele encontra logo quem não deveria, a Feiticeira Branca - que é a mesma Feiticeira de nossa primeira história - que seduz Edmundo com promessa de Reino e manjares turcos (quem já comeu me fale se é bom mesmo ou se existe mesmo) e assim a sua lealdade é caída para ela. Mas quando volta junto com Lúcia para o seu mundo ele não confirma a história de Lúcia, deixando-a indignada e chorosa. 

Mas quando querem se esconder de serem pegos no meio do caminho de uma incursão pela casa com vários curiosos pela casa, eles se escondem aonde? Sim, no bendito Guarda Roupa e assim, eles encontram Nárnia e pedem desculpas para Lúcia. Descobrem que o fauno Tamnus foi pego, mas se encontram com o casal Castor que são aliados deles e que dizem sobre Aslam e todo a história de Nárnia. Nisso, Edmundo acaba traindo eles e indo correndo para a Feiticeira contando todo o plano sobre Aslam. Mas logo depois ele se arrepende, se juntando com os irmãos quando Aslam realmente volta. Mas o mesmo se sacrifica no lugar de Edmundo. Mas logo ele ressuscita, e desperta todos os seres congelados pela Feiticeira e os leva para a batalha por Nárnia. A Idade De Ouro de Nárnia começa.

E nessa Idade De Ouro que acontece uma história reveladora. O Cavalo E Seu Menino ! 


Sinopse Do SkoobAo saber que não era filho de Arsheesh, o pescador, o jovem Shasta decide fugir da cruel Calormânia. Na companhia do cavalo falante Bri, ele parte em direção ao Norte rumo a Nárnia, onde o ar é fresco e reina a liberdade. Em sua jornada pelo deserto árido, Shasta tenta imaginar o que estará esperando por ele adiante. Tudo parece tão vasto, desconhecido, solitário... e livre.

Enquanto os Quatro Reis de Nárnia estão reinando muito bem seu amado país, nos arredores a situação é bem diferente. Bem mais longe da fronteira Sul de Nárnia e mais longe do Deserto triste e solitário está Calormânia. E nesta cidade vive Shasta e Arsheesh, o pescador. Shasta é criado pelo pescador logo após ter sido encontrado em um cesto numa canoa onde estava um homem que estava morrendo naquele instante. Shasta não sabe quem são seus pais, nem de onde veio e muito menos o que irá se tornar. Mas quando uma visita inesperada de um Taraã, que são senhores ricos, chega a sua casa seu destino muda.

O tal Taraã negocia a compra de Shasta com Arsheesh, e com pensamentos nevoados sobre como será a sua vida com ele a partir daquele momento ele descobre algo inesperado. O cavalo do Taraã fala! Ele é Narniano e está louco para viajar de volta para Nárnia mas sozinho seria recapturado facilmente, assim Shasta já sabe o que fazer, e assim começa sua viajem "para o norte! Para Nárnia!" como sempre diz Bri, o cavalo Narniano. E no meio desta viajem eles encontram mais uma égua de Nárnia - Huin - e sua acompanhante em fuga também para Nárnia, Aravis. 

Aravis é uma princesa em fuga e Huin é como Brin, apenas querendo ir a Nárnia. Suas aventuras são divertidas e perigosas, até chegarem a Tashbaan. Quando chegam a este ponto, é o divisor de águas do livro. Porque além da aparição do Rei Edmundo e da Rainha Suzana em apuros, Shasta conhece sem querem e sem saber o seu irmão Gêmeo, Corin. E Aravis descobre os planos de uma invasão surpresa à Arquelândia e seu castelo Anvar, e se obtiverem sucesso vão para Nárnia. Assim não é mais uma fuga, e sim uma corrida contra o tempo que espera os cavalos e seus acompanhantes.

A coragem e o valor de Shasta é mostrado e com referências básicas mas importantes, este livro não merece ser esquecido ou ofuscado elo sucesso das outras histórias, já que mostra uma diferente visão da Idade De Ouro que viveu Nárnia sobre o comando dos Quatro Irmãos. 

Mas quando acaba este reinado, muito acontece em 1000 anos em Nárnia e apenas 1 aqui neste mundo. E quando os Quatro irmãos voltam, começa a história do Príncipe Caspian ! 


Sinopse do SkoobTempos difíceis abateram-se sobre a terra encantada de Nárnia. Os dias de paz e liberdade, em que os animais, anões, árvores e flores viviam em absoluta paz e harmonia, estavam terminados. A guerra civil dividia o reino, e a destruição final estava próxima. O príncipe Caspian, herdeiro legítimo do trono, decide trazer de volta o glorioso passado de Nárnia. Soprando sua trompa mágica, ele convoca Pedro, Suzana, Edmundo e Lúcia para ajudá-lo em sua difícil tarefa.

Aqui temos mais um personagem para dividirmos o foco. É O Principe Caspian, que no livro é apenas um garoto e não um homem feito como no filme, e sim, o livro é diferente do filme, mas não tão assim, então fiquem tranquilos que não é um novo Eragon ou Percy Jackson. Aqui Caspian, é o próximo na família a assumir o trono. Seu tio é o Rei de Nárnia, são Telmarinos vindo de Telmar, e invadiram e conquistaram Nárnia tão brilhantemente que histórias sobre Quatro Reis e Aslam são meras lendas. Mas mesmo assim, Caspian sonha com esta Era perdida. E seu novo mentor, um professor que é mestiço de Anão com Humano lhe conta tudo sobre essas histórias. 

E quando o rei tem um filho, Caspian já não é necessário, mas como o seu mentor é ligeiro, ele diz para Caspian sair correndo do castelo e assim ele conhece os Antigos Narnianos. Os animais que ainda falam e os anões que formam a resistência o recebem como Rei deles apesar de alguns não gostarem da ideia. Seu mentor se encontra com eles e assim começam a resistir a tirania do Rei. E em uma aflição dessas que Caspian assopra a trombeta de Suzana chamando os Quatro Reis para sua posição.

Os Quatro Reis se encontram com um anão enviado pelo Principe Caspian e assim os põe a par da situação. O Anão é um descrente em relação a Aslam e todo o resto mas acaba acreditando aos poucos. O mesmo acontece com todos quando Lúcia, e apenas ela vê Aslam. Ele os guia até aonde está Caspian, mas só conseguem ver Aslam quando acreditam que Lúcia está mesmo vendo o próprio. Testando a fé deles. 

Assim que todos se encontram, uma batalha cheia de provações, traições e com espaço para ser mostrado a coragem dos combatentes é travada. Enquanto Aslam liberta o povo de Telmar, apenas quem acredita ainda no poder de Aslam. 


Clive Staples Lewis (Belfast, Irlanda, 29 de Novembro de 1898 — Oxford, Inglaterra, 22 de Novembro de 1963), mais conhecido como C. S. Lewis, foi um professor universitário, teólogo anglicano, poeta e escritor britânico, nascido na Irlanda, atual Irlanda do Norte. Seu sucesso resulta de história e palestras com sua apologética cristã. Isto é, apesar de suas histórias dar referencias biblícas. E aqui em Cronicas De Nárnia, aonde ele ganhou muitos e muitos prêmios ele imunda suas histórias com elas, quem já conhece algumas histórias já ve de cara suas referencias. Na primeira história, com referencias bem claras a Genesis, com relatos sobre a criação e até a árvore do conhecimento do bem e do mal. Na segunda o sacrifício de Aslam foi como Cristo fez por nós e Edmundo o Judas. Em o Cavalo E Seu Menino foi uma mistura de Moisés com Davi em relação a Shasta. E em Príncipe Caspian foi essencialmente sobre fé. 

Muitas histórias ainda temos que percorrer, e logo voces terão acesso por aqui sobre as próximas três aventuras de Nárnia. E fiquem espertos que novidades no mundo do cinema podem acontecer.. E veja um video para matar a saudade e See ya \õ 

3 comentários:

  1. Sou apaixonada pelas Crônicas de Nárnia e amo todos os livros! Espero que você também goste de todos! :D

    Rebecca
    comodevorarlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. é muuuuuuuito bom Narnia *-* CS Lewis é um genio haha
    Volte sempre \õ

    ResponderExcluir
  3. Sem palavras ... eu amooo as cronicas de nárnia! Vale a pena ler todos os títulos desta aventura ..

    http://moradadolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário alimenta nosso blog, então aproveitem esse espaço e digam o que estão achando. :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...